Nos porões do inconsciente: o medo na vida cotidiana


Muito se sabe da importância das emoções na nossa vida. Mas pouco se estuda sobre como essas emoções atrapalham os contextos nos quais estamos inseridos, sejam eles ambientes profissionais, relações familiares, relacionamentos afetivos ou o contato conosco mesmo.



Durante a nossa vida, passamos por diversas situações que nos levam a ter as emoções: muitas delas são agradáveis e guardamos na nossa memória, outras são desagradáveis e também arquivamos nos porões da nossa mente e deixamo-las por anos. O que não sabemos é que esses arquivos não ficam adormecidos. Eles podem controlar as nossas vidas e nos impulsionar a tomar decisões ou ações, afastando-nos do nosso verdadeiro sentido de vida.


Quais são os medos que você tem na sua vida que o levam a estagnar, bloquear ou paralisar diante das situações que são apresentadas a você? Te convido a refletir sobre os momentos da sua vida e levantar quais são as emoções envolvidas nesse contexto. Também te convido a pensar nas possíveis formas de trabalhar com esses aspectos e abrir os porões de maneira responsável e cuidadosa.


O medo pode ser aniquilador e paralisante. Pode afetar a sua autoestima e compaixão consigo mesmo. Pode te afastar do seu verdadeiro propósito de vida. Liberte-se das correntes daqueles sentimentos que são prejudiciais a você. Ame-se e aproprie-se das suas verdades existenciais. Para que os porões sejam limpos, seja amoroso consigo mesmo, permita-se encontrar-se e fluir com sentido.



Curta a música: https://www.vagalume.com.br/lenine/miedo.html

Diga Sim à Felicidade

Psicóloga Carolina Mirabeli CRP 06/69647

Rua Padre Chico, 221 conj. 616 Perdizes São Paulo-SP- Brasil